Vinca-de-madagáscar

Vinca-de-madagáscar, pervinca-de-madagáscar ou boa-noite
Vinca-de-madagáscar, pervinca-de-madagáscar ou boa-noite - imagem original: Henri Sivonen - Licença Creative Commons

A vinca-de-madagáscar, também conhecida como pervinca-de-madagáscar e boa-noite, é uma planta que geralmente atinge de 30 a 60 cm de altura quando cultivada, embora possa chegar a 1 m. Suas folhas são lustrosas e suas flores são normalmente cor-de-rosa, mas podem variar de branco a rosa-escuro. As flores têm aproximadamente de 2 a 5 cm de diâmetro e são produzidas em abundância.

Esta é uma planta muito resistente e fácil de cuidar. Podem ser cultivadas facilmente em um jardim ou em vasos e jardineiras.

A vinca ou pervinca-de-madagáscar é uma planta muito tóxica e não deve ser consumida. Contudo, é cultivada comercialmente para a extração dos alcaloides vimblastina e vincristina, substâncias usadas no tratamento de alguns tipos de câncer, especialmente de leucemia e do Linfoma de Hodgkin.

Vinca-de-madagáscar ou boa-noite com flor branca
Graças a substâncias presentes na vinca-de-madagáscar, atualmente uma grande porcentagem das crianças com leucemia podem sobreviver a esta doença - imagem original: carol bean - Licença Creative Commons

Nome científico:

Catharanthus roseus.

Origem:

Madagáscar.

Vinca-de-madagáscar ou boa-noite com flores vermelhas
A vinca-de-madagáscar ou boa-noite cresce melhor em clima quente - imagem original: Carl Lewis - Licença Creative Commons

Clima

Prefere um clima quente, com temperaturas acima de 20°C, podendo suportar temperaturas mais baixas. Contudo, não resiste ao frio intenso.

Iluminação:

Luz solar direta apenas por algumas horas diariamente é o ideal. Sol o dia todo faz com que a planta tenha menos folhas nos ramos e a folhagem se torna menos escura e brilhante. Sem sol direto, produz poucas flores. Todavia, tolera qualquer situação, desde que haja uma boa luminosidade.

Vinca-de-madagáscar ou boa-noite com flores brancas e centro rosado
O centro da flor da vinca-de-madagáscar geralmente apresenta uma distinta coloração de realce - imagem original: Manuel Martin Vicente - Licença Creative Commons

Irrigação:

O melhor é que o solo permaneça sempre úmido, mas sem ficar encharcado. No entanto, quando a planta está bem desenvolvida pode suportar sem maiores problemas que o solo fique seco por alguns poucos dias.

Solo:

É pouco exigente quanto ao solo, podendo crescer bem mesmo em solos relativamente pobres. O ideal é um solo bem drenado, leve, moderadamente fértil, com pH entre 5,5 e 6,0.

Vinca-de-madagáscar ou boa-noite com flores cor-de-rosa
A vinca-de-madagáscar ou pervinca-de-madagáscar é uma planta resistente e fácil de cultivar - imagem original: Aidras - Licença Creative Commons

Época de floração:

Primavera, verão e outono. Pode florescer durante o ano todo em condições adequadas, mas o auge da floração ocorre normalmente durante o verão.

Ciclo de cultivo

São plantas perenes em regiões de clima quente, sendo cultivadas como anuais em regiões de clima mais frio.

Vinca-de-madagáscar, pervina-de-madagáscar ou boa-noite
A vinca-de-madagáscar é uma planta perene e pode ser cultivada por vários anos em locais de clima adequado - imagem original: Denis Conrado - Licença Creative Commons

Propagação:

Por sementes: as sementes podem ser semeadas no local definitivo ou em sementeiras e pequenos vasos, transplantando as mudas para o local definitivo quando estão com 6 a 8 cm de altura, com muito cuidado para não danificar as raízes. Semeie superficialmente no solo úmido, cobrindo apenas com uma leve camada de terra peneirada. A germinação das sementes normalmente ocorre em uma ou duas semanas.

Por estaquia: corte ramos com pelo menos 8 cm de comprimento, retire as folhas mais velhas e plante em vasos com terra mantida bem úmida até o enraizamento.

Espaçamento recomendado entre plantas

25 cm a 60 cm, dependendo das condições de cultivo. Se cultivadas como anuais precisam de menor espaçamento. Se mantidas como perenes, precisam de um espaçamento maior.