Rudbeckia

Rudbeckia, rudbéquia ou margarida-amarela
Rudbeckia, rudbéquia ou margarida-amarela - imagem original: nociveglia - Licença Creative Commons

As rudbeckias ou rudbéquias são também chamadas de margaridas-amarelas, embora outras plantas também sejam conhecidas por este nome. São plantas que podem atingir de 20 cm a 2 m de altura, dependendo da espécie e da cultivar. As duas espécies mais cultivadas de rudbeckia são a Rudbeckia hirta e a Rudbeckia fulgida. A espécie Rudbeckia hirta tem várias cultivares disponíveis para plantio em jardins.

As rudbeckias têm capítulos florais que podem ter de aproximadamente 2 cm a 10 cm de diâmetro, quase sempre com lígulas amarelas ou laranjas, com algumas poucas exceções como a cultivar vermelha 'Cherry Brandy'. As rudbeckias são plantas resistentes e assim são fáceis de cultivar em jardins, vasos ou jardineiras grandes.

Rudbeckia hirta
A espécie Rudbeckia hirta é a mais cultivada nos jardins, havendo várias cultivares disponíveis desta planta - imagem original: Patrick Standish - Licença Creative Commons

Nome científico:

A rudbeckia mais comum nos jardins é a espécie Rudbeckia hirta, que tem várias cultivares. A espécie Rudbeckia fulgida também é bastante cultivada. Há mais de 20 espécies de rudbeckia, mas as outras são menos vezes encontradas em cultivo.

Origem:

América do Norte.

Rudbeckia hirta Irish Eyes
Cultivar 'Irish Eyes' da espécie Rudbeckia hirta - imagem original: Dwight Sipler - Licença Creative Commons

Clima

São plantas bastante tolerantes quanto a temperatura, embora cresçam apenas nos meses mais quentes do ano. Durante o inverno, em regiões de clima frio, permanece dormente.

Iluminação:

Melhor se cultivadas com luz solar direta, mas podem ser cultivadas em sombra parcial com boa luminosidade.

Rudbeckia hirta Toto Gold
Cultivar 'Toto Gold' da espécie Rudbeckia hirta - imagem original: Serres Fortier - Licença Creative Commons

Irrigação:

O ideal é manter o solo úmido durante os meses iniciais de crescimento. Quando se encontra bem desenvolvida, é uma planta relativamente resistente a curtos períodos de seca.

Solo:

O solo deve ser bem drenado e moderadamente fértil. Estas plantas são bastante tolerantes quanto ao solo, embora cresçam melhor em um solo com pH neutro ou levemente alcalino.

Rudbeckia hirta bicolor
Uma cultivar com lígulas bicolores da espécie Rudbeckia hirta - imagem original: Carl Lewis - Licença Creative Commons

Época de floração:

Normalmente floresce no verão e no outono.

Ciclo de cultivo

Geralmente são plantas perenes. Algumas espécies e cultivares são anuais ou bienais.

Rudbeckia hirta Cherry Brandy
Cultivar 'Cherry Brandy' da espécie Rudbeckia hirta - imagem original: F. D. Richards - Licença Creative Commons

Propagação:

A propagação é feita por sementes ou por divisão de plantas bem desenvolvidas durante o período de dormência. As sementes podem ser semeadas no local definitivo ou em sementeiras, pequenos vasos e outros recipientes, sendo as mudas transplantadas quando têm de 5 a 10 cm de altura. Semeie superficialmente no solo úmido, cobrindo as sementes no máximo com uma fina camada de terra peneirada, pois as sementes precisam de luz para germinarem. A germinação das sementes geralmente leva de 1 a 3 semanas.

Rudbeckia fulgida
Rudbeckia fulgida var. sullivantii 'Goldsturm' - imagem original: F. D. Richards - Licença Creative Commons

Espaçamento recomendado entre plantas

O espaçamento pode variar de 20 a 75 cm entre as plantas, dependendo da altura da cultivar e dependendo se as plantas serão cultivadas como anuais ou como perenes, usando um maior espaçamento neste último caso.